domingo, dezembro 25, 2011

Chama crepitante de giz



Trilha - Chão De Giz - Zé Ramalho - Áudio do miniconto Chama Crepitante de giz

(*Felicidade vem da Paz acendida depois do queimar sem ardência esquentar por dentro.) Feliz Natal
Foto: Rafael Belo


Por Rafael Belo
A meia-noite já havia transformado o sábado em domingo há tempos e a chuva ainda faltava. Era costume até então não quebrado. Por isso, depois dos Felizes Natais habituais saiu enquanto seus pares lembravam vários passados mesclados e já contaminavam o ar da esperança, do novo... Com um quente bafo etílico embriagando qualquer um ainda sóbrio. Andou ouvindo as mesmas palavras em outros lares, mas caminhou com cautela para não receber abraços estranhos, mesmo de conhecidos a tentarem queimar todo o chão passado.

“Tudo bem! Nenhuma mágoa será guardada”, pensava Natalino com seus passos silenciosos pelas ruas tumultuadas, cheias de sorrisos a sorrirem pelo menos neste dia depois de tantos dias de caras fechadas... Talvez por isso, a chuva sempre vinha para deixar o céu mais limpo e as estrelas cintilantes no céu mais azul. É dia de cantar, celebrar, dançar o Sol podendo ser Solstício ou Cristo, pois no meio ambos são um, sendo luz do mundo dia e noite... No céu a aquarela das cores saia de um breu brilhoso para um claro contido de arco-íris, mas Natalino olhava para o chão.

No chão o incêndio iniciado por ele parecia ter transformado tudo em giz e estava ali ardente bruxuleando já sem queimar - Não era mais a chama iniciada por ele. Todas as cinzas devidas a ali estarem eram brotos verdes e orvalhados e através do fogo tudo ao alcance do olhar era novo. Diferente de qualquer chama já vista, aquela era uma só e irradiava com oscilação pulsante. Era vida pura em seu elemento construtor a estender sua cauda em calda marcada de rastro de sabores. O céu começava um toque solar para conectar um elemento vivo a outro. Toda a noite já estava envolvida pela Luz.

Natalino tocou aquilo parecido com giz no chão e sentiu a Paz vir... Não do tocado, mas de dentro dele e era como se ele ainda fosse noite até rasgar o medo com a estrela cadente de sua alma.  Mas, o medo ficou em partes menores para deixar o sossego ainda atento ao mundo de todos. Como se pegasse aquele giz e desenhasse, voltou buscando abraços etílicos como contornos de fogo celeste. Não importava a razão sua fé crepitava silenciosamente em seu retorno, enquanto a suposta chama de cauda voltava para ser guia, para levar olhares ao céu, para voltar a nascer Estrela de Belém e ficar acima da chuva, esta a amanhecer o Natal.

3 comentários:

José María Souza Costa disse...

NOTA DO
blogdOjosemariacosta

A cada um de vós que estais nesta NAU, o meu profundo sentimento de gratidão.
Certamente, desbravaremos juntos e misturados, esse (a) Mar de sedução, e ancoraremos, no pier da amizade e do contentamento.
A cada um de vós, que em 2011 comentou neste Espaço; o meu delírio,o meu aplauso e o meu prazer.
Aos que não puderam e não quiseram comentar, aos anônimos; o meu sentimento de respeito e compreensão.
Espero todos cá, em 2012, convergindo e divergindo das minhas idéias. Mas, de uma coisa, sinto orgulho, jamais deletei quaisquer que fosse o comentário, ainda que este, não embriagasse a minha vaidade. Sempre respeitaremos as opiniões, é a filosofia deste blogue. Não criminalizamos, e não compactuamos com descriminações de quaisquer especie. Somos simples, simplório e desprovido de uma linguagem Acadêmica, não temos interesse nisso. Valorizamos o cidadão, a cidadã, a jovem, o jovem, enfim, valorizamos muito, a pessoa humana.
Outra vez de cá, o meu Sagrado voto de um 2012: com alegrias, PAZ com os vizinhos, pipocas, namoros mil, felicidades, risos e sorrisos, gargalhadas, muita comida, harmonia familiar, dinheiro o suficiente para fazer-se feliz, beijos no vovô, na vovó, no cachorrinho, no gato, no papagaio, e muita, muita música. Afinal, nesse balé de quimeras, a Outra alma, sempre flerta, e nos convida a bailar.
Voltaremos a postar no dia 02 de janeiro de 2012.
Em cada um, Outro cheiro, na Alma.

Jamylle Bezerra disse...

Foto muito massa!

Passando pra te desejar um novo ano cheio de alegrias e muitas felicidades.

Que 2012 te traga tudo o que há de melhor!

Bjus!!!

Dora disse...

Olá, Rafael! Quanta mudança por aqui, desde minha última visita! Passando pra te desejar um excelente 2012. E em especial, muitos posts para enriquecer a blogosfera...rs
Cheiro grande.