sexta-feira, agosto 26, 2016

Aí estão (miniconto)





Depois de toda a cidade passar um dia inteiro naquele chafariz abandonado tudo mudou. Foi como se... Parece maluquice ou fanatismo escrever isso, mas foi como se um novo mandamento fosse escrito e uma proibição de casais acrescentada... Enivia sentiu uma nova série de agoras se enfileirarem e acumularem e se cercarem e... e... E então tudo parou por um instante eterno. O céu virou água e nesta água faltou luz... Escureceu.

Da escuridão o equilíbrio tem que brilhar. Talvez o brilho seja o desequilíbrio a dois... Um efeito desta sensação (porque não consigo acreditar passar disso) é a verdadeira solidão. Aquela que precisamos em doses lentas e, às vezes, toda a dose... O resultado é: não há mais casais nesta cidade! Penso se não aconteceu o mesmo aos nossos vizinhos, as cidades ao lado, nos estados, nas regiões... Ah, não seria o país inteiro? NO MUNDO? Vou ter que ligar a TV...

Por que não liga? Nada mais funciona! Olha só... Nãonãonãonãonão... AAAaaaaaaaaaaaa o celular não, por favor!! E agora? Agora? Hummm... Será... Será? Será que é isso? É sobre o tempo... Isto é o agora e só uma pessoa por vez pode estar presente ou é mesmo a questão da solidão... ? Meus Deus vou morrer de dor de cabeça sem entender o que está acontecendo!! Preciso encontrar alguém, mas ei!! Olha lá meu vizinho... “Vizin...Ho!” Cadê minha voz? Por que toda vez que me aproximo ele se distancia?


É como andar em círculos comendo um sanduíche infinito com uma fome eterna... O ? O que? Mas o que é isso? São relógios... Olha só, de todos os tipos, mas não contam o tempo... Na verdade não contam nada! Por que estão sem ponteiros, sem números...?  Qual o significado de tudo isso? Significa alguma coisa? Nossa! Faz tempo que não consigo ouvir nem meus pensamentos... Acabei de novo neste maldito chafariz. Eu tinha um marido antes, não tinha... Tinha sim! Como eu era antes dele? A água é luz? Por que brilha tanto? Eu queria ser escritora, não era? Ah, aí estão todos vocês... 

2 comentários:

Maria Belo disse...

Perfeito!m Muito atual!

Maria Belo disse...

Perfeito!m Muito atual!