terça-feira, agosto 02, 2016

O avesso do sentimento



espalham as cinzas com o sopro de fogo da fênix
só sobrou seu silêncio solitário na encruzilhada
a emoção equivocada se manifesta na expressão errada
chorar na hora de rir misturar o que fez com o que fiz
bem-vindos ao fim da nova realidade da Matrix

enchendo o vazio com o tecnológico na errata
o tempo lógico inverte os cronológicos  juvenis
os sete erros do espelhos não nos diz nada
sai sempre substituindo sentimentos senis
por ser feliz em  mais uma metáfora  quebrada.


(Rafael Belo, às 22h15, segunda-feira, 1º de agosto de 2016)

6 comentários:

Bruno Belo disse...

Muito massa!!!

Rafael Belo disse...

obrigado primo!!

Unknown disse...

Adorei! Quando sai seu livro???

Unknown disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rafael Belo disse...

No tempo certo minha amiga 😉

Rafael Belo disse...

Muito obrigado 😆