quarta-feira, outubro 06, 2010

Todas as bocas

*(a janela das horas pode ser passada... Em qualquer tempo! Imagem de hoje mesmo)


Está na hora de soltar a escora
e deixar a Alma dominar
se equilibrar nas suas expansões
e se devorar para mastigar limitações


comendo todas as sensações
sentindo os sentidos nas pontas dos dedos nos limiares dos olhos no cingir dos sorrisos

com toda a fome do todo
de um prisioneiro faminto
dono de todas as bocas
danadas da desnutrição do mundo.


Às 14h42 - Rafael Belo, 04 de outubro de 2010.

6 comentários:

A Língua Nervosa disse...

mastigando as limitações....
quantas vezes me encontro assim...
esta frase vai passear!

Boa hora,rafael!

Déia disse...

Não consigo ser assim tão livre...Bem que eu queria sair devorando e deixando minha alma ser livre de minhas rédeas...

bj

Mai disse...

Não importam as horas, sempre será hora de soltar amarras e escoras.

beijos, querido.

Mônica disse...

Essa liberdade é meu sonho de consumo.

Adorei, Rafa.

Bjo, bjo!

Déia disse...

Saudade de vc!

bj

Rafael Belo disse...

O brigado pelo passeio da frase querida Vivi! bjs

Há limites que nã osoncguimos pasar por medo e só rs bjs Déa

Sempre né Mai, mas temos de senitr isso, certo? rs bjs adorada

OO querida Nikinha... Sonho não é?! rs agradeço bj

saudades de mi mtb rs e de todos Déa, voltei.