terça-feira, novembro 15, 2011

Reis tolos


*(a flor da abóbora murcha na verdade esconde a coragem do sol)
Captei no fundo do quintal do serviço, Rafael Belo.
Perdeu-se a coragem na esquina quando a curva da chuva chegou cintilando
nas ruas lavadas de céu noturno leve límpido louvado em catarse
na frase viva ouvida por arrepios adentro no centro de tudo no fundo do olhar do espelho

Centelha estralada do seio da terra molhada na calada da coragem abalada do amanhã
queimando feito fogo falido enquanto o falecido não tem nada de morto
só solto sedado pelo alado selo partido salgado no debulhar do trigo

Colhido silencioso no meio marginal mareado onde se dissipa a sanha
sem manha escondida da contida coragem constipada alastrada em incêndio
perdido na chuva curvada coroada pelo rei tolo tomando tudo como seu

som saindo , alto alvo aniquilador... Caindo na esquina na branquidão onde se arrastava a coragem.

(Rafael Belo, às 22h21 de 14 de novembro de 2011.)

7 comentários:

José María Souza Costa disse...

Rafael, confesso que fiquei vaidoso, e com a alma,delirante, por enobrecer o meu blogue,com o seu comentário. Certamente aquele espaço, tornar-se mais afavel, depois de comentar ali.
Estamos gratos, sempre pela presença. Volte mais vezes lá. Hum... tente seguir-nos, no blogue,para que possamos seguirmos juntos.
Um abraço, neste feriado, e bom resto de semana

Rafael Belo disse...

Eu que envaideço por palavras além e enobrecidas. Eu sigo já; D assim que li comecei a seguir, foi inevitável; obrigado e desejo o mesmo, abraços;

Jamylle Bezerra disse...

Com áudio ficou ainda melhor Rafa -com sotaque e tudo! Adoreiiii!!!!

Luna Sanchez disse...

Ah, Rafa, tô chateada porque não consegui te ouvir nem pelo PC nem pelo note.

Poxa...

=\

Manda o arquivo pra mim por e-mail, por favor? Não li o texto porque quero que a minha primeira impressão dele seja auditiva.

Me envia, moço querido?

Um beijo.

Rafael Belo disse...

Obrigado querida Jamy! Com borrachas para acertar a mordedura e aparelho é mais complicado rs;

Ah Luninha rs pq será? estou enviando moça querida beijos.

Luna Sanchez disse...

Que delícia, Rafa!

Além do texto em si, cheio de significado, a tua interpretação deu vida extra a ele, parabéns!

Gosto demais de explorar essas possibilidades. Que bom que a minha iniciativa te inspirou.

Agora que conhece o caminho das pedras, continua, tá?

Um beijo.

Rafael Belo disse...

Com certeza continuo Luna. Obrigado! Fazia tempo que eu queria a ISolda Herculano tem dois blogs e um tempo ela utilizou o áudio, vendo vc usar me empolguei novamente, obrigado mesmo; beijos.