segunda-feira, janeiro 18, 2010

Retornos


(foto tirada da saúva no meu novo velho quintal)
por Rafael Belo

       Veio um momento silencioso há alguns meses do fim deste último ano. Era hora de voltar como um experimento eternamente inacabado. Mas, o instante preciso ainda rodava pela estrada para propor meu retorno. Vinha ao meu encontro. Mal sabia ter eu a decisão tomada, àqueles que vinham. Já era hora, algo me dizia. Eu balançava a cabeça e imaginava as pessoas voltando ao meu círculo tão amplo. Mais uma vez a estrada me chamava. Foram dois anos. Silenciosamente pensava. Seria esta minha casa? Sim... Minhas raízes aéreas sempre voltavam para “o” lugar.
     Mais alguns pontos seguidos de reticências na minha vida se reiniciando constantemente. Sorria com a certeza da decisão tragada feita um copo de aguardente envelhecida. A arder em uma mistura de calor e frescor, acendendo os olhos como um ânimo injetado de vida sem qualquer rotina. Minha vida. Passando pelas entradas para mais adiante fazer retornos. Tantos livros lidos e tanto tempo longe da “vida inteligente” refugiada nos campos da blogsfera.
     Começar do zero é o refrão da minha balada mais tocada. Mas, desta vez permiti enfim, a adoção legal da minha pátria regional e uma ligeira troca de música. Mesmo dizendo aos ventos não ser de lugar nenhum e ser de todo lugar, meu coração insiste em ser desta Cidade Morena. O meu refúgio negligente com o mundo de costas, porém com mãos estendidas. Esta Campo Grande, neste Mato Groso do Sul acaba por ser para onde volto.
     Agora é 2010. Neste momento quando volto a postar meus olhares do avesso. Quando deixo a mudez completamente falando pelos cotovelos. Minha virada sem posses a não ser as palavras aleatórias por acaso formando algo compreensível, depois de tantos livros empilhados na ponta da mente. Após uma nova evolução, nem sempre dar um passo para trás significa o mesmo retorno. Estou de volta.

8 comentários:

Jamylle Bezerra disse...

Bom demais vê que você está de volta!!!!!! Fiquei muito feliz com a notícia! Suma mais não.

Pra não perder o costume... bela foto!

Boa semana querido!

Déia disse...

Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeba!!

Seja bem vindo de novo!!!!

bj

Isolda Herculano disse...

Rafa Belo, não entendi bem os motivos da sua ida, mas para mim o que importa mesmo é a volta.

Seja bem vindo a sua casa.

Abraço.
Isolda.

La Sorcière disse...

Ai Rafaaaaaa!!!
Que saudade!
Saudade de ler coisa boa, com qualidade, com poesia:)
Adoro o que vc escreve e senti falta de suas fotos:)
Bj
Alê

A Língua Nervosa disse...

Rafaelll...que legal!
Fiquei feliz com seu retorno...
Espero que tudo esteja bem...este início de ano não tem sido fácil...aliás começos são sempre difíceis né...
Mas uma notícia boa...vc de volta ao convívio! :)

Naty disse...

Interessante demais.
Gostei muito das imagens que vc coloca aqui e das palavras. Do jeito que sabe usalá-las.

Estou seguindo seu blog.

Sandra disse...

COMO É BOM RETORNAR.
SEJA BEM VINDO..
SEMPRE É BOM ESTARMOS ENTRE AMIGOS..
QUANTO TEMPO, NÃO??
NUNCA É TARDE, PARA RELEMBRAR E NOS VER.
SANDRA

Rafael Belo disse...

Jamy bela! É muito bom voltar. Não sumirei mais %). Obrigadooo!

Déa também seja bem vida à nossa casa, agradecido #D.

Ah, Is! Concordo plenamente >D. Beijos E te espero sempre aqui.

Lezinha minha bela querida gentil adorada. Me envaideço como tuas palavras *D. Saudades
´
Vivi é uma boa notícia voltar :D e ter você por aqui de votla.

TOme as chaves da "casa" Naty. Obrigado!

Muito tempo Sandra. Agradeço a recepção é é maravilhoso estar entre amigos.

Vocês ainda não imaginam a falta que a blogsfera me fez. É como atrofiar o cerébro.