quarta-feira, agosto 05, 2009

A existência


(O reflexo da cidade no meu olhar, tirei na torre dos sinos)

Com um beijo partiu da vida
Desta para jamais
voltar àquela idade

sonhava ser seu sonho
nã queria ser mais criança, não era

foi fuga ferida
só com atitude romântica, infantil

depois dos lábios molhados
colado a outra boca
não era mais do mesmo

da mesmice rstava o olhar,
mas mais apaixonado

tarde dormiu ao gosto do sabor do beijo
cedo cedeu seu novo eu

ao provar único sentimento
procurado por toda existência

Um beijo em essência.

Folha de Outono (Rafael Belo), às 16h42, 16 de julho de 2009.

14 comentários:

La Sorcière disse...

"Cedo cedeu seu novo eu".....gosto disso!!!! Adorei!!! Vc não enjoa de ouvir eu escrever isso??? Mas é que eu gosto mesmo.
Bj :)

Mônica disse...

Há várias maneiras de partir sem efetivamente ir embora.

Bjs

Stella disse...

...e assim o menino cresceu. :)
rs Muito bonitinho.

Beijos

Déia disse...

Que lindo! E é verdade, tudo muda depois dos lábios encontrarem aquilo que procuravam...a criança se despede e tudo muda de sentido, tudo fica mais bonito, tudo fica mais difícil....

Adorei!
bj

Barone disse...

Beleza de foto.

Vinha disse...

Cara tava olhando tuas fotos... são tão boas *-*

Adorei =)

Bjo
Vinha.

Rafael Belo disse...

Não La Lê, não enjoo. Pelo contrário linda. beijos

Rafael Belo disse...

Há sim Nikinha. Muitass hehe beijos

Rafael Belo disse...

Bonitinho mesmo, não ´Stella?! (risos) beijos

Rafael Belo disse...

Déia... Mais bonito talvez, depende (risos) Mais difícil sim claro (risos) brigaduu beijos

Rafael Belo disse...

VAleu grande BArone. abs

Rafael Belo disse...

Brigaduuu Vinha linda. bjs

Jamylle Bezerra disse...

Belíssima foto!!!!!!!!

Rafael Belo disse...

Obrigadíssimo Jamy! beijos bom fim de semana